Sobre o Colóquio

O Laboratório das Artes e das Juventudes (Lajus), o Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará (PPGS-UFC), o Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará (PPGS-UECE) e a Rede Luso-Afro-Brasileira Todas as Artes, Todos os nomes convidam para o II Colóquio Diálogos Juvenis Sentimentos Intensos: Cidade e Arte.
O Colóquio busca fomentar o encontro de pesquisadores, estudantes, profissionais e interessados no tema e tem como intenção refletir acerca dos repertórios juvenis diante de referentes como cidade, arte e outros dispositivos de intervenção e interação com o urbano.

O II Colóquio Diálogos Juvenis Todas as Artes todos os Nomes se propõe a identificar os jovens como termômetro e vitrine das tensões sociais. Pautar este colóquio com o tema “sentimentos intensos, cidade e arte” significa identificar as juventudes a partir de suas tensões e impasses e, ao mesmo tempo, das possibilidades de reinvenção, criatividade e inovação. De que forma as práticas juvenis em esferas diversas reanimam as cidades, recriam seus espaços, produzem dispositivos de mobilização e de intervenção em uma conjuntura marcada por tantos “nãos”, por tantos muros, por recuos de utopias políticas? O II Colóquio busca fomentar o encontro de pesquisadores e estudantes brasileiros com a finalidade de refletir acerca dos repertórios juvenis diante desta nova paisagem brasileira e dos referentes que pautam suas práticas e dispositivos de intervenções na cidade.

A proposta de Diálogos Juvenis surgiu no momento de criação do LAJUS, em março de 2012. À época promovemos mensalmente uma ação que se constituiu como broto para a construção deste Colóquio. Agenciamos alguns encontros temáticos entre narradores-chave e pesquisadores com o intuito de identificar meandros das ações de campo, a complexidade das experiências “empíricas”, intensidades e afetos que escapam da “artesania intelectual” e, fundamentalmente, os entrecruzamentos entre a polissemia dos discursos acadêmicos e as falas e percepções dos ditos narradores.

A partir deste estímulo, o Laboratório das Juventudes, vinculado ao Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará, realizou o I Colóquio Internacional Diálogos Juvenis: Diminuindo distâncias entre Narradores e Pesquisadores. O intuito do evento foi identificar e dialogar com práticas diversas de juventudes e suas demandas de direitos, possibilitando o estreitamento de relações entre universidades e o desenvolvimento de ações inter-setoriais, transcendendo sua atuação para além dos muros da Universidade.

Essa iniciativa fortaleceu o papel ativo da Universidade no diálogo e intercessão com várias linhas do pensamento e do agir coletivo. De outro modo, para além da importância de transpor fronteiras acadêmicas, o Laboratório das artes e das Juventudes experimentou com esse Colóquio a oportunidade de se deixar atravessar por uma pluralidade de juventudes e de potencializar a excelência das suas atividades de pesquisa, ensino e extensão.

Desse modo, o II Colóquio se propõe a promover uma articulação institucional entre Universidades, pesquisadores e personalidades que têm atuação no campo das juventudes, de modo a identificar as pluralidades de temas de pesquisas neste campo, articulando e fortalecendo uma rede das redes de pesquisa que visa potencializar estas iniciativas em nível teórico e metodológico. Neste sentido, pretende congregar pessoas que discutem a juventude em seus diversos campos de atuação, no intuito de fortalecer e ampliar as possibilidades de entendimento, expressão e visibilidade das pluralidades de ações juvenis. O seu eixo central é atuar e condensar espaços das multiplicidades de olhares, afetos, fazeres e intervenções no campo das juventudes.